Fotógrafo


FOTÓGRAFOS TAURINOS

Luís Capucha
Sociólogo / Professor Universitário

Uma das funções cujo exercício é mais notado nas nossas praças de toiros, dada a presença em grande número nas trincheiras, é a de “fotógrafo taurino”. Alguns são profissionais, ao passo que outros exercem a função pro-bono. Os fotógrafos taurinos registam imagens das corridas de toiros, dos treinos dos toureiros, dos colóquios e palestras taurinas, do toiro no campo e das figuras da festa, dentro e fora das praças de toiros. Esses registos ilustram as críticas e crónicas publicadas na imprensa escrita e nos sites taurinos, fornecem os registos fotográficos que os profissionais e os forcados adquirem para registo e memória e que os apoderados usam para promover os seus apoderandos. Os trabalhos dos fotógrafos são ainda adquiridos pelos aficionados que os exibem como decoração das suas tertúlias e clubes taurinos.

Entre os fotógrafos portugueses do passado (mais longínquo ou recentemente falecidos) contam-se nomes como o de Ribeiro Tomé (é valiosíssima a sua coleção de fotografias de toiros no campo e na rua), Alberto Figueiredo, António Cecílio, os irmãos Goes, Henrique Carvalho Dias, Emílio de Jesus, Duarte Chaparreiro e João Trigueiros. José Van Zeller Palha (o criador do “Colete Encarnado” e um dos titulares da mítica Ganadaria Palha, foi um distinto fotógrafo amador que deixou um importante espólio ligado essencialmente ao campo e à criação do toiro bravo).

De entre os muitos fotógrafos ainda no ativo evocamos aqui, a título de exemplo, os nomes de Ana Serra, António Paulo, António Xavier, Armando Sousa Alves, Bárbara Costa, Dário Queiroz, Fernando Clemente, Fernando Marques, Florindo Piteira, Francisco Mira, Hugo Calado, João Canhoto, João Silva, José Foles, Luís Azevedo, Maria João Mil Homens, Miguel Calçada, Mónica Santa Bárbara, Mónica Mendes, Pedro Batalha e Ricardo Relvas.



Neste momento (2020) estão no ativo os seguintes Fotógrafos Taurinos:


A

B

D

F

H

J

L

M

N

P

R

S

T


Antigos Fotógrafos Taurinos: