Pessoal dos curros

De bastidores, e imprescindível, é também o papel do “pessoal de praça” a quem está atribuída toda a responsabilidade de manobrar os movimentos dos toiros (e cabrestos) nos currais onde previamente são desembarcados, bem como, no início e fim de cada lide, de abrirem e fecharem a porta que faz a transição entre os curros e a arena (por isso se designam “pessoal dos curros”).

Outros responsabilizam-se pela porta dos cavalos ou de “quadrilhas” tendo como funções permitir a entrada dos artistas e suas quadrilhas em praça para as cortesias e para o encerramento do espetáculo, dar entrada ao cavaleiro de turno, bem como permitir a substituição das suas montadas durante a lide a cavalo. Este sistema de portas permite controlar o toiro caso salte a trincheira.