Bombeiro

Em todas as praças de toiros é obrigatória a existência de um posto de socorro, fixo ou móvel, para assistência aos artistas tauromáquicos.

Entre todo o pessoal autorizado a circular na trincheira, encontram-se o piquete de bombeiros e a equipa médica que ocupam a zona de socorro e assistência médica, vulgarmente designada por Enfermaria. Por norma, a enfermaria está localizada próxima do pátio de quadrilhas, sendo que estas equipas acompanham o espetáculo em local próprio, frequentemente num burladero que lhes está reservado dentro da própria trincheira.

Das mais bem apetrechadas, às que são completamente despojadas, de entre todas as enfermarias que existem nas inúmeras praças de toiros portuguesas, destaca-se a da Praça de Toiros Palha Blanco, em Vila Franca de Xira, que é considerada a mais avançada e bem-dotada do país. Embora o regulamento taurino exija apenas a presença de um médico e um enfermeiro para que o espetáculo se possa realizar, ali funciona uma equipa de oito profissionais de saúde, altamente especializados: um cirurgião vascular, um ortopedista, dois cirurgiões-gerais, um anestesista, dois enfermeiros e um auxiliar de ação médica, neste caso um antigo forcado da cara que é considerado uma enorme mais-valia na equipa.

O pessoal de socorro não atende apenas os artistas, mas também, e sempre que necessário, outro tipo de participantes no espetáculo (moços de estrebaria com mordeduras de cavalos, por exemplo) e inclusive elementos do público.